sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

O corpo humano - 13 - Sistema imunológico - Parte 1


Glóbulos brancos, anticorpos, histamina, bactéria, vírus, pele, infecção.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Tipos de movimento quanto à velocidade do móvel

Tipos de movimento quanto à velocidade do móvel


Em relação a velocidade o móvel pode adquirir:

  • .Movimento uniforme (MU)
  • .Movimento Variado (MV)
  • .Movimento Uniformemente Variado (MUV)

Movimento Uniforme (MU)


Se um móvel mantiver velocidade constante, isto é, se não variar o valor da velocidade, seu movimento será uniforme.

No movimento uniforme, o móvel percorre distâ

ncias iguais em tempos iguais.

Se a trajetória de um movimento uniforme for uma reta, tem-se um movimento retilíneo uniforme (MRU)

Ex:




Movimento Variado (MV)

Se o móvel não mantiver velocidade con

stante durante o deslocamento, ele estará dotado de movimento variado.











Movimento Uniformemente Variado (MUV)


No movimento uniformemente variado (MUV) a aceleração tem valor constante e diferente de zero.

Esquema:

  • * O móvel percorreu distâncias diferentes em tempos iguais.
  • * velocidade do móvel sofreu variação durante o trajeto.


Para verificar a variação de velocidade, vamos calcular a velocidade média em cada trecho da trajetória:

No trecho AB: No trecho BC: No trecho CD : No trecho DE:








O móvel demorou ______ s para percorrer cada trecho da trajetória. Para isso foi necessário que sua velocidade média fosse aumentando, pois cada trecho é ____metros maior que o anterior.

Assim a velocidade média sofreu um aumento de 50 metros em 10 segundos, o que é igual a 5 m/s. Quanto terá ela aumentado em cada segundo ? Para determinar essa variação de velocidade, podemos aplicar a definição de aceleração média em qualquer dos trechos entre A e E, pois todos eles são iguais entre si. A expressão matemática que define a aceleração média é:

a m = ∆ v Sendo: a m ----> aceleração média

∆ t

∆ v = v - vo ----> variação de velocidade

∆ t = t - to ----> intervalo de tempo

Calculando a aceleração média para um trecho qualquer do exemplo dado:

A velocidade do móvel aumentou 0,5 m/s em cada segundo decorrido, o que é representado da seguinte forma: 0,5 m/s . A variação (aumento ou diminuição) de velocidade em um determinado intervalo de tempo é o que chamamos de aceleração.



Calcular:

Se em 20 s um móvel altera sua velocidade de 15 m/s para 45 m/s, qual o valor da aceleração média sofrida pelo móvel?

O móvel apresenta aceleração de ___________. Esse resultado indica que, a cada segundo que passa, a velocidade sofre um aumento de _______.






Queda dos corpos

Um exemplo de movimento com aceleração constante é a queda de um corpo em direção à superfície da Terra.

Ex: Uma folha de papel aberta e uma folha amassada:

O ar oferece resistência à queda, o que fica evidente porque a folha tem uma superfície grande exposta ao ar. Sem a resistência, todos os corpos caem ao mesmo tempo, independente de suas formas e de seus pesos. Ex: No vácuo.

Esse movimento em que se despreza a resistência do ar e alguma pequena variação da aceleração com a altitude, é chamado de queda livre.





Aceleração da Gravidade

Um corpo em queda livre possui movimento uniformemente acelerado, isto é, o corpo cai com aceleração constante. Essa aceleração, chamada de aceleração da gravidade, é representada por g. Seu valor, próximo da superfície da Terra, é de aproximadamente 9,8 m/s .

Se um corpo cai em queda livre, sua velocidade aumentada 9,8 m/s em cada segundo. Se um corpo é lançado verticalmente para cima, sua velocidade diminui 9.8 m/s em cada segundo.

----------------------------------------------------------------------------


ATIVIDADES PROPOSTAS


Atividades:

1.Em uma estrada, o radar indicou ao policial que um automóvel estava à velocidade de 24 m/s. Como a velocidade máxima nesse trecho era de 90 km/h, o motorista deveria ser multado? Qual seria, em m/s, a velocidade máxima permitida nesse trecho da estrada?

2. Se um corpo partir do repouso e demorar 7 segundos em queda livre até atingir o solo, qual será a sua velocidade de impacto?

3. Se um móvel estiver se movimentando com velocidade de 234 km/h, qual será sua velocidade em m/s ?

4. Um avião a jato percorreu 6020 km em 7 horas. Qual foi a sua velocidade média, em relação à superfície, em km/h?

5. Se um móvel estiver em 12 s altera sua velocidade de 20 m/s para 56 m/s, determine o valor da aceleração média sofrida pelo móvel.

6. A velocidade inicial de um móvel era de 6 m/s. Sabendo que sua aceleração é de 4m/s , qual será a velocidade atingida após 10 segundos de movimento ?


2) Faça a Simulação

Mecânica


Lançamento de projéteis - Simula um tiro de canhão que lança um projétil e mostra em três momentos a altura atingida, distância do ponto de partida e o momento da marcação. É possível modificar a tipo de projétil, ângulo de lançamento, velocidade inicial, massa e diâmetro do projétil.

ARQUIVOS DA DISCIPLINAS

-----

-----------------------------

Referência

Tipos de movimento quanto à velocidade do móvel

Disponível em

www.portaleducacionaldb.blogspot.com/ciências

Simulações

Disponível em

sofisica.com.br


quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Mecânica

A MECÂNICA estuda os movimentos dos corpos. Para efeito de estudo, vamos conhecer a Cinemática e a Dinâmica.

Cinemática- quando analisamos o movimento, sem nos preocuparmos com as suas causas.
Dinâmica - quando estudamos as relações entre os movimentos e as forças que os produzem ou os modificam..

O movimento pode ser definido como uma mudança continua de posição no decorrer do tempo.Quando a posição do corpo permanece a mesma, num intervalo de tempo, dizemos que ele está em repouso.
.
O movimento e o repouso são sempre definidos em relação a um referencial ou sistema de referência, que pode ser um corpo ou um sistema físico qualquer.
Chamamos de móvel todo corpo que está em movimento.
Todo móvel percorre determinado caminho: é a sua trajetória.
Em sua trajetória, o móvel pode realiza movimentos retilíneos.
Quando a trajetória descrita pelo móvel for uma linha reta, o movimento será retilíneo ; quando descrever curvas, será curvilíneo.
Quando a trajetória inclui retas e curvas, dizemos que o movimento é misto.

DESLOCAMENTO

As diferentes posições ocupadas por um móvel, sobre uma trajetória, são indicadas numericamente pelo deslocamento, que é a distancia entre a posição final (S) e a posição inicial. (So):


O delta (∆) é uma letra grega que em Física indica variação ou intervalo. Assim, deslocamento
( ∆ S ) é a variação de espaço.
Exemplo: Calcular o deslocamento de um móvel que partiu do ponto A e foi até o ponto B:

A B
25 50 75 100 125 150

Dados : Resolução :
So = 25 m ∆S = S- So
S = 125 m ∆S = 125 m - 25 m
∆ S = ? ∆S = 100 m

Intervalo de tempo (∆ t )

A diferença entre os instantes final e inicial do movimento é o intervalo de tempo.

∆t = t - t o

Sendo : (∆ t) = intervalo de tempo

t = tempo final

t o = tempo inicial

Para determinar a velocidade de um móvel, é necessário conhecer o espaço percorrido por ele e o tempo gasto na trajetória. Assim, a velocidade é expressa em unidade de comprimento por unidade de tempo.

Por exemplo: se um móvel percorre o espaço de 50 km em 1 hora, sua velocidade é de 50 quilômetros por hora, sua velocidade é de 50 quilômetros por hora (50 km/ h). A unidade de velocidade deriva da unidade de comprimento, que é o metro(m), e da unidade de tempo, que é o segundo (s). Assim a unidade de velocidade é o metro por segundo (m/ s).

Medidas de velocidade:

  • m∕ s - metro por segundo
  • km /h - quilômetro por hora
  • cm /s - centímetro por segundo
  • km / s - quilômetro por segundo
  • m/ min – metro por minuto

Velocidade Média

Se um móvel percorreu 150 km h em 3 h, isso não significa necessariamente que ele percorreu 50 quilômetros em cada hora, pois sua velocidade pode ter variado durante o percurso. Ele poderia, por exemplo, ter percorrido 60 km na 1ª. hora, 55 km na 2ª e 45 km na 3ª. De fato, em velocidade constante, o móvel percorreria 50 km em cada hora. Na realidade, isso raramente acontece, pois vários fatores podem fazer a velocidade variar.

Por essa razão, é fundamental o cálculo da velocidade média. Cálculo da velocidade média, para o exemplo dado:

Na prática, devemos usar diferentes múltiplos e submúltiplos da unidade de velocidade, tendo em vista as características de cada movimento. Assim, por exemplo, é mais prático medir a velocidade de deslocamento de um jabuti em centímetros por minuto (cm min), ou até metros hora (m h), do que em quilômetros por hora (km h). Já a velocidade de um avião a jato é mais razoável ser medida em km h, do que em m s.

1:km = 1000 metros km h = 1000 m = 1 m__

1 hora = 3600 s 3600 s 3, 6

Os cálculos acima nos dão uma forma muito prática de fazer a transformação, pois nos informa que

1 m s = 3,6 km h. Assim:

*De km/h para m/s - divide-se o número que representa a velocidade por 3,6;

*De m/s para km/h - multiplica-se o número que representa a velocidade por 3,6.

Fica, portanto, muito fácil transformar, por exemplo, 126 km / m em m /s.

126 km/h = 126 /3,6= 35 m / s




-----------------------------
ATIVIDADES PROPOSTA


Atividade 2


Faça o teste interativo, vejamos quantas questões você acerta em menor tempo.







----------------

REFERÊNCIA

Mecânica

Disponível

www.portaleducacionaldb.blogspot.com

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Mundo da Física


O mundo da Física

A Física está presente em todos os momentos da nossa vida. É ela que nos explica numerosos fenômenos que ocorrem permanentemente na natureza, como os dias e as noites, os relâmpagos, os trovões, os eclipses, as marés, o arco-íris, os planetas girando em suas órbitas.... A Física estuda matéria e energia, forças e movimentos - os conceitos básicos de toda a ciência. É ela também que dá suporte para o desenvolvimento científico e tecnológico e que nos permite entender as questões científicas do passado, do presente e buscar novos conhecimentos para as incertezas do futuro. Alguns conceitos básicos da Física são fundamentais no campo da Química, Cosmologia, Geologia, Mineralogia, Ecologia, Biologia.....

Ramos da FÍSICA :
1. Mecânica: estuda o movimento dos corpos.
2. Termologia: estuda o calor
3. Ondulatória: estuda as ondas, e se divide em Óptica e Acústica
4. Eletricidade: estuda os fenômenos elétricos e magnéticos
5. Física moderna: estuda a estrutura do átomo, radioatividade, a teoria da relatividade, etc.



Grandezas Físicas (clique aqui e veja o desenho)

Tudo o que pode ser medido é uma grandeza física. As grandezas físicas podem ser classificadas em :
Grandeza é dita escalar quando fica perfeitamente definida por sua medida. Grandeza é denominada vetorial quando, além da medida, necessita de uma orientação (direção e sentido).
Grandezas escalares : comprimento, temperatura, volume e tempo.
Grandezas vetoriais: direção e sentido: força, deslocamento, aceleração e velocidade.

Sistema de Medidas

No passado, cada nação e até mesmo cada região de uma nação adotava seu próprio sistema de medidas.Por exemplo as unidades de comprimento:
Ao longo do tempo, os cientistas europeus apontavam a necessidade da criação de sistema de unidades de medidas, que fosse acessível, invariável e padronizado:
1 km = 1000 m Algumas referências de medidas:
1 dm = 0,1 m
1 cm = 0,01 m 1 pé............................. ..12 polegadas
1 mm = 0,,001 m 1 palmo............................ 9 polegadas
1 jarda..............................36 polegadas
1 milha............................1760 jardas
1 pé ................................30,5 cm
1 polegada........................2,54 cm
1 jarda .............................0,92 m
1 légua..............................6.600 m


Relação entre unidades de tempo: Unidades de base do SI

1 h = 60 min Grandeza Unidade Símbolo
1 min = 60 s
1 h = 3600 s comprimento metro m
1,5 h = 1 h 30 min massa quilograma kg
0,5 h = 30 min tempo segundo s
Intensidade de `ampere A
Corrente elétrica
Temperatura kelvin K
termodinâmica

Unidades derivadas

Das unidades básicas derivam as unidades de outras grandezas, chamadas unidades derivadas, como por exemplo:

Metro por segundo (m/s) - unidade de velocidade
Metro quadrado ( m2) - unidade de área
Metro cúbico (m3) - unidade de volume

Essas unidades ajudam-nos até mesmo a entender o conceito de grandeza.
------------------------------------

ATIVIDADES PROPOSTAS

Atividade 1:


1. Conceitue e dê exemplos de grandeza física :
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2. Escreva nos parênteses E ou V conforme a grandeza seja escalar ou vetorial:

( ) massa ( ) tempo ( ) Força ( ) Temperatura ( ) Velocidade ( ) Área
( ) Comprimento ( ) Aceleração ( ) Energia ( ) Volume

3. Diferencie grandeza escalar e grandeza vetorial:
____________________________________________________________________________________________________________________________________________

4. No S.I. (Sistema Internacional de Unidades), os símbolos corretos das unidades de massa, tempo e velocidades são, respectivamente: ____, _____ e _____.

5. A distância entre duas cidades é de 684 km. Como ficaria essa distância ao ser ao ser convertida para metro? E para centímetro? Na sua opinião, qual seria a unidade mais conveniente para indicar essa distância ?________

6. Uma partida de tênis teve duração de 9 000 segundos. Na sua opinião, qual seria a melhor forma para expressar esse intervalo de tempo?


------------------------

REFERÊNCIA

Mundo da Física

Disponível

www.portaleducacionaldb.blogspot.com

terça-feira, 28 de julho de 2009

Ciclo da Água


A água é um bem comum a todas as pessoas e indispensável a todas as formas de vida que estão dispersas ao decorrer da extensão da crosta terrestre. As águas contidas no planeta constituíam a hidrosfera e essa corresponde a parte líquida que se encontra em diversas partes como oceanos, mares, rios, lagos, geleiras, além da atmosfera.

Dessa forma podemos encontrar a água em três estados físicos, sendo líquido, gasoso e sólido. O conjunto das águas contidas no planeta desenvolvem uma interdependência entre as mesmas, isso ocorre por meio dos processos de evaporação, precipitação, infiltração e escoamento que configura como uma dinâmica hidrológica. Em outras palavras, a água que hoje está em um lençol freático logo mais poderá estar na atmosfera ou mesmo em uma geleira.

O processo que dá origem ao ciclo da água ocorre em todos os estados físicos da mesma, para conceber esse fenômeno é preciso que outro elemento provoque, no caso é motivada pela energia da irradiação solar.

Diante de toda precisão desse processo dinâmico fica evidente que caso haja um desmembramento ou interrompimento leva á instauração de uma incalculável mudança, comprometendo a configuração das paisagens e coloca em risco diversos tipos de vida no planeta. Um exemplo claro de desequilibro ligado ao ciclo natural das águas é o fenômeno do aquecimento global que leva ao derretimento das calotas polares e consequentemente provoca a elevação dos níveis dos oceanos que podem submergir ilhas e áreas costeiras de muitos países tirando pessoas e animais dessas áreas.

Veja Mais!

Hidrosfera
Uma parte da biosfera que fornece água aos seres vivos.

Água potável
Água disponível na natureza destinada nao consumo humano e animal.

Água, uma riqueza limitada
Esse recurso não é infinito como todos pensavam.